Logotipo da entidade

Consultas Boa Vista SCPC

Acidi faz decoração para manter viva a tradição do Carnaval

Para manter viva a tradição do Carnaval de Itaquaquecetuba, a sede da Associação Comercial e Industrial de Itaquaquecetuba (Acidi) recebeu uma decoração especial com muitas cores, brilho, enfeites e artigos históricos. A ideia de homenagear os anos incríveis da folia itaquaquecetubense partiu da diretora cultural da Acidi, a artista plástica Vera da Penha Rodrigues Siqueira. O projeto foi prontamente abraçado pelo presidente Luciano Dávila. O arranjo vai enfeitar o local até o dia 18 de fevereiro, na quarta-feira de cinzas.

Luciano Dávila e Vera da Penha inauguram decoração carnavalesca da Acidi Itaquaquecetuba

“O Carnaval está inserido no calendário nacional e todo o país comemora essa festa popular. A Associação Comercial jamais ficaria de fora. Essa decoração é uma pequena homenagem ao Carnaval de Itaquaquecetuba. O espaço foi cedido para essa menção simples, mas de cunho cultural profundo”, destacou Vera da Penha, que também é pedagoga e vice-presidente da escola de samba Quimera.

Vera da Penha exibe bandeira da Quimera e quadro de sua autoria

O objetivo da decoração, de acordo com ela, é deixar a data marcada por conta da estreita relação da cidade com o Carnaval. Uma maneira de homenagear os itaquaquecetubenses que sempre se dedicaram a maior festa popular do Brasil.

“Não quero entrar no problema política, mas sim na questão cultural. O Carnaval faz uma falta muito grande em nossa cidade. É a política do entretenimento e atrai milhares de pessoas ao município, independente de escola de samba e festa. A população sente falta e a Acidi quer manter vivo o Carnaval na memória do povo”, comentou a diretora cultural da Acidi. “Perdemos a oportunidade de mostrar a qualidade cultural dos integrantes das nossas 10 agremiações”, completou.

Desfile do Carnaval de Itaquaquecetuba na década de 90Além dos enfeites com muitas cores e brilho, a decoração na sede da Acidi conta com uma obra de arte produzida pela própria Vera da Penha e uma bandeira da escola de samba Quimera. O quadro foi feito em 1988 na comemoração dos 100 anos da abolição da escravidão e retrata cinco integrantes das festividades carnavalescas: Pierrô, Colombina, Baiana, Batuqueiro e Pirata.

A bandeira da escola de samba Quimera representa as três raças (branco, negro e índio). A figura do negro está ressaltada em homenagem ao Zumbi dos Palmares. Vera da Penha aproveitou ainda para explicar o significado do nome da escola. “Quimera significa Quilombo Manumitir Étnico das Raízes Afro Brasileiras. Manumitir não é aquele que foi libertado, mas aquele que se liberta de todo e qualquer preconceito. Essa bandeira tem toda uma conotação. Não foi simplesmente criada para fazer parte de uma escola de samba. A Quimera tem uma proposta social, cultural e política”, explicou.

Desfile do Carnaval de Itaquaquecetuba na década de 90A sede da Associação Comercial e Industrial de Itaquaquecetuba (Acidi) está localizada na Rua Carlos Barbosa da Silva, 51, no Centro. Mais informações pelos telefones 4647-0440 e 11 4753-9350.

tags: Carnaval, Itaquaquecetuba, Alto Tietê, Acidi, Folia, Quimera, Associação Comercial