Logotipo da entidade

Consultas Boa Vista SCPC

Dicas para não cair em ciladas com as liquidações de janeiro

Passado o período das festas, o varejo brasileiro começa a temporada de liquidações. Para quem precisa adquirir novos produtos, essa pode ser a oportunidade de economizar, mas é preciso ter cuidado para não cair em ciladas ou acabar comprometendo o orçamento dos próximos meses.

Lista de Compras

Faça uma lista dos itens que precisa comprar. Simples, essa dica ajuda a identificar quais as suas necessidades reais e selecionar o que pode ficar de fora nas compras. A lista também serve como um guia para manter o foco na hora das compras, quando o consumidor costuma se deparar com muitos descontos para outros produtos. No calor do momento, a emoção pode atrapalhar e o carrinho tende a ficar bem mais cheio do que o previsto inicialmente.

Preços

Pesquise os preços dos produtos antes da liquidação e na concorrência e não faça a compra só porque a prestação cabe no orçamento. Aqui a dica é a mesma aplicada na Black Friday: atenção redobrada com os descontos que prometem uma economia grande, já que algumas práticas de anunciar a metade do dobro ainda persistem no varejo.

Roupas

Confira qual a política de troca e o estado do produto que você está levando para a casa. Muitas vezes, produtos em liquidação não permitem a troca. Em compras pela internet, vale conferir a descrição exata do produto e salvar as informações, caso precise reclamar depois.

Cartão de Crédito

Controle o quanto você está gastando no cartão de crédito, já que de pouco em pouco, se você exceder o limite previsto inicialmente para gastar com cada produto, seu saldo final do cartão pode ficar muito acima da sua capacidade de pagamento. lembre-se também que no início do ano algumas despesas não programadas podem surgir, exigindo um desembolso imediato.

Negocie Descontos

A dica pode desanimar muita gente, mas a orientação do especialista Claudio Considera, do blog Direito do Consumidor, é clara: "para quem poupou nas compras antes do Natal é uma oportunidade de aproveitar as ofertas da queima de estoque do comércio". Se você já gastou nas compras no fim de 2017, não é recomendado comprometer o orçamento logo no início do ano.

Fonte: O Estado de SP